O senador Pedro Chaves (PSC/MS) se reuniu com Henrique Pires, Presidente da Funasa
O senador Pedro Chaves (PSC/MS) esteve,na última semana, reunido com Henrique Pires, Presidente da FUNASA pleiteando a liberação de mais de R$ 40 milhões de reais do Programa de Aceleração do Crescimento do setor de saneamento, conhecido como PAC FUNASA, para atender 15 municípios de Mato Grosso do Sul.

Ao todo, são investimentos da ordem de R$ 61 milhões para o governo do estado e as prefeituras investirem na implantação de redes de coleta, sistemas de tratamento de esgotos e ainda, ampliação e melhorias nos sistemas de abastecimento de água.
 
“Essa é uma demanda urgente para o nosso Estado. Alguns prefeitos me procuraram e, estive em reunião na última segunda com o Governador Reinaldo Azambuja que levantou essa questão tão importante para a nossa população.  Estamos com oito licitações efetuadas, com Ordens de Início emitidas, no entanto, como não houve liberação de nenhuma parcela pela FUNASA, as mesmas não tiveram início. Também me foi passado que sete municípios estão com as obras paralisadas ou suspensas por falta de liberação das parcelas finais. Chegando em Brasília solicitei uma agenda com o Presidente Henrique Pires e hoje mesmo já fomos recebidos e encaminhamos esse pleito”, disse o Senador.
 
Com essas obras, alguns municípios passarão a deter mais de 80% de seus esgotos coletados e tratados, como Bela Vista, Aparecida do Taboado, Dois Irmãos do Buriti, Itaporã, Jardim, Ladário, Maracajú e Rio Brilhante.  Já Alcinópolis, Nova Alvorada do Sul e Santa Rita do Pardo, mais de 60% da população urbana atendida com os serviços de esgotamento sanitário. Em Bonito será construído um novo módulo da Estação de Tratamento de Esgotos que irá garantir a execução de serviços de manutenção e aumentar a vida útil do sistema por mais 10 anos, garantindo uma eficiência de 99% de redução da carga poluidora e 100% de desinfecção.
 
Serão feitos investimentos nos sistemas de abastecimento de água, com ampliação da reservação, produção e redução de perdas nos municípios de Deodápolis e Sidrolândia.
"Assim como a Educação, essa é uma causa que defendo, pois estamos falando em saúde pública preventiva. Tenho pleno conhecimento da importância desses recursos para a melhoria da qualidade de vida da nossa população, porque investir em saneamento significa investir em saúde. Saí muito feliz dessa reunião e, convicto do atendimento do nosso pedido”, afirmou Pedro Chaves.
 
De acordo com o senador, com a retomada e o início dessas obras, a economia local desses municípios terá um pequeno "upgrade" perante a crise econômica que o País enfrenta. Conforme forem se efetivando as Ordens Bancárias, ou pagamentos, os municípios e governo do estado serão imediatamente informados para que não ocorram atrasos como esses que tanto prejudicam a nossa população. 
 
"Como a própria Organização Mundial de Saúde afirma que, para cada R$ 1 real investidos em saneamento, economiza-se R$ 4 reais em custos de saúde. Estarei atento a essas questões tão importantes e, meu gabinete em Brasília ou em meu escritório aqui no estado está aberto para atendermos as demandas da sociedade sul-mato-grossense" afirmou o senador Pedro Chaves.
 

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário