Os municípios de Luziânia (GO) e São Gabriel do Oeste (MS), no Centro-Oeste e Vilhena (RO), na região Norte do país irão receber ao todo R$ 3,099 mil para aquisição de equipamentos e material permanente na atenção especializada. 
 
Os recursos serão transferidos na modalidade fundo a fundo em parcela única e são voltados ao Plano Viver sem Limites, para melhoria no atendimento de pessoas com deficiência. Luziânia vai receber R$ 1,99 milhão, São Gabriel do Oeste, R$ 749.125 e Vilhena, R$350 mil. Os recursos serão transferidos na modalidade fundo a fundo em parcela única e são voltados ao Plano Viver sem Limites. 
 
Segundo dados do Censo 2010 do IBGE, cerca de 45,6 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência, o que corresponde a 23,9% da população total.
 
Luziânia (GO) vai receber R$ 1,99 milhão que serão usados para compras de equipamentos destinados ao Centro Especializado em Reabilitação (CER IV). A obra em fase final de construção, que vai atender o público com deficiência auditiva, física, intelectual e visual também foi financiada com recursos do Ministério da Saúde, no valor total de R$ 5 milhões. 
 
Depois de pronto esta unidade vai ofertar serviços de diagnóstico, tratamento, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva para a população do município e região de Luziânia.
 
No Mato Grosso do Sul, São Gabriel do Oeste vai receber R$ 749.125 que serão usados para compra de equipamentos destinados ao Centro Especializado em Reabilitação (CER II) também reformado com investimento do Ministério da Saúde no valor de R$ 339.037. 
 
Finalizado o serviço a unidade passará a prestar atendimento especializado em reabilitação física e intelectual à população do município e região de São Gabriel do Oeste.
 
No norte do país, Vilhena (RO) vai receber R$ 350 mil também destinados a aquisição de equipamentos da Oficina Ortopédica em fase final da construção. Esta obra também foi financiada pelo Ministério da Saúde com recursos no valor de R$ 250 mil. 
 
Após concluída a oficina passará a realizar serviços de confecção, manutenção e adaptação de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, beneficiando a população do município e região de Vilhena. 
 
O Ministério da Saúde também financia a construção de um Centro Especializado em Reabilitação (CER IV) no município, que prestará atendimento especializado em reabilitação auditiva, física, intelectual e visual. O valor total de investimento para a construção é de R$ 5 milhões.
 
Desde a instituição da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, o Ministério da Saúde tem aumentado os recursos investidos visando a ampliação e qualificação do atendimento às pessoas com deficiência no SUS. 
 
Ao todo o Brasil possui 139 CER habilitados e 24 oficinas ortopédicas. Em obras estão 165 CER e 40 oficinas ortopédicas.

Fonte: Da Redação - Com informações assessoria


Deixe seu comentário