Os leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) inaugurados pelo Governo do Estado no Câncer Alfredo Abrão, no início de agosto em Campo Grande,  já estão sendo operacionalizados. Ao todo, foram entregues 8 leitos de UTI que se somam aos 4 já existentes no hospital, totalizam 12 leitos para atendimento adulto.

Os leitos fazem parte do cronograma de reestruturação de saúde anunciado pelo governador Reinaldo Azambuja, onde está prevista a abertura de 60 leitos de UTI até setembro em hospitais da Capital e do interior do Estado.

A previsão final para o Hospital de Câncer é de entregar 20 leitos desta complexidade até setembro, coma  regulação do município de Campo Grande para atender a demanda hospitalar, com exceção de trauma.

O custeio dos leitos é do Governo do Estado e o investimento é de R$ 540 mil para os 12 leitos. Após a inauguração completa dos 20 previstos, o repasse para a manutenção será de R$ 900 mil. Para o diretor-presidente do Hospital de Câncer Alfredo Abrão, Carlos Alberto Coimbra a parceria com o Governo do Estado foi fundamental para o avanço das obras do novo prédio assim como a abertura dos novos leitos de UTI no hospital.

“Os leitos estão disponíveis para atendimento de acordo com a regulação do município de Campo Grande que é gestor pleno. Para os 12 leitos disponíveis, deixaremos quatro exclusivos para os pacientes oncológicos e os oito restantes para o atendimento de acordo com a demanda do município. A parceria com o Governo do Estado foi essencial para disponibilidade destes leitos, já que apenas com recursos do hospital, não teríamos condições de mantê-los”, destacou o diretor.

Além dos 20 novos leitos de UTI adulto no Hospital Alfredo Abrão, o Governo do Estado já entregou 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul e 10 leitos no Hospital da Vida em Dourados. Até o setembro, está prevista a entrega de 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Nova Andradina e mais 10 leitos no Hospital Regional de Ponta Porã.

Para o governador Reinaldo Azambuja, a entrega dos leitos é uma ação direta de reestruturação não só para Campo Grande como também para os municípios do interior e uma forma de dar melhores condições de acesso aos atendimentos de urgência para a população.

“Trata-se de um trabalho que faz parte da nossa reestruturação de leitos que estamos fazendo em todo Mato Grosso do Sul. Estamos mostrando que não se trata apenas da Caravana da Saúde e que também estamos direcionando esforços para aportar novos leitos atendendo as demandas de Campo Grande e interior. Vamos inaugurar até setembro 60 novos leitos, que acreditamos começar a atender as demandas necessárias a população”, disse o governador.

Fonte: Governo do MS


Deixe seu comentário