As contratações de crédito rural da agricultura empresarial na safra 2016/2017 alcançaram R$ 33,4 bilhões entre julho e setembro, segundo balanço divulgado hoje (24) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os desembolsos representam 18% dos R$ 183,9 bilhões programados para o atual ciclo agrícola.
 
Do total contratado, R$ 20,7 bilhões são para custeio, R$ 7,2 bilhões para comercialização e R$ 5,6 bilhões para investimento. As aplicações de custeio, no entanto, caíram 27,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O crédito para comercialização teve elevação de 17% e o volume contratado na modalidade investimento também cresceu, 19,1%.
 
Segundo a Secretaria de Politica Agrícola do Ministério, a redução na tomada de crédito para custeio ocorreu em razão de uma antecipação de contratações de maio a junho de 2016.
 
Destaques
 
As linhas de financiamento que se destacaram no período foram Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota), Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Procap-Agro) e Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp).
 
A contratação de recursos destinados ao Moderfrota apresentou crescimento da ordem de 127%, chegando a R$ 2,3 bilhões contra R$ 997 milhões da safra passada.
 
O programa de capitalização de cooperativas agropecuárias também teve bom desempenho. Foram aplicados nesta linha de financiamento R$ 733 milhões, aumento de 106%. Já os créditos de investimentos do Pronamp ficaram em R$ 331 milhões, o que corresponde a 62% a mais do que o aplicado no período de julho a setembro de 2015.

Fonte: Agência Brasil


Deixe seu comentário