Na manhã desta quinta-feira (15) Marli de Góes Nery entrou em contato com nossa redação para agradecer “foi depois da matéria, uma pessoa viu no site e me ligou afirmando ter visto minha filha com o rapaz que ela passou de moto. Fui até a casa e o cara negou, chamamos a polícia, em conversa com os policiais ele confessou”, relatou Marli.
 
Beatriz Nery, 12 anos estava desaparecida desde domingo. Nesta quarta-feira (14) quando confirmamos as informações e lançamos a matéria pela manhã no site, logo no período da tarde a menina já foi entregue para a mãe com vida, conforme noticiamos.
 
Marli afirmou que sua filha está bastante revoltada, que não quer mais saber de estudar, que por ter sido repreendida pelos pais por estar faltando às aulas, teria ido para casa da avó materna, quando no domingo resolveu seguir outro rumo.
 
“Tinha também a namorada do cara, uma mulher de 19 anos que já tinha visto nos grupos de aplicativos a foto da Beatriz sendo procurada, a própria Beatriz sabia que estávamos a procura dela. Beatriz está bastante revoltada, ela não queria voltar para casa e isso deixa nós muito triste, inclusive os irmãos dela”, desabafou Marli, mãe da menina.
 
Na manhã desta quinta, Beatriz está sendo ouvida pelos Conselheiros Tutelares de Anastácio, os quais deverão acompanhar o caso.
 

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário