Armas recolhidas por agentes penitenciários.
A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) realizou nesta quinta-feira (22) uma operação pente-fino na Penitenciária Estadual de Dourados. A ação foi comandada pela Diretoria de Operações  e contou a participação de, aproximadamente, 40 agentes penitenciários. Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar auxiliaram na contenção dos detentos.
 
A revista foi realizada em toda a cadeia linear, um dos cinco raios do presídio.  Conforme relatório apresentado pela direção da penitenciária, foram apreendidos 16 celulares, 11 carregadores, quatro chips, 35 chuços (armas artesanais), e um pendrive, além de  litros de bebida artesanal.
 
Segundo o o diretor-presidente da Agepen, Aílton Stropa Garcia, a operação estava previamente programada como parte do cronograma de ações da instituição, com o objetivo de reforçar a segurança e a disciplina em presídios do Estado.  “Essa foi a segunda operação pente-fino na PED somente este mês. Também, realizamos, recentemente, revista geral na Máxima de Campo Grande e no Presídio de Trânsito”, ressalta.
 
O dirigente frisa que o trabalho não é isolado e serve para reforçar as demais iniciativas executadas pelos agentes penitenciários no sentido de coibir o uso de equipamentos e materiais proibidos pelos detentos. “Diariamente, acontecem vistorias menores nas celas das unidades prisionais,  também intensificamos as revista em visitantes e busca diária por materiais que são arremessados pelas muralhas”, finaliza.
 
 

Fonte: Keila Rodrigues, da Comunicação da Agepen


Deixe seu comentário