Autores foram indiciados pela Derf.
A Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos (Derf) indiciou terça-feira (31) Wesley Tyleson de Oliveira Antunes e Jefferson Braga de Souza pelos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma de fogo na forma tentada, roubo majorado pelo concurso de pessoas na forma tentada e roubo, se da violência resulta em morte.

Ambos são réus confessos do crime ocorrido no dia 04/11/2016 em que E. C. de S., de 68 anos acabou sendo atingido por um disparo de arma de fogo no bairro Paulo Coelho Machado.
 
De acordo com o Boletim de Ocorrência, por volta das 11h40min, P. E. F. de S., de 17 anos estava chegando da escola e começou a conversar com seu avô, quando de repente se aproximaram dois indivíduos em uma moto, sendo que o garupa estava portando arma de fogo e ordenou que o jovem entregasse o seu aparelho de celular.
 
Segundo o adolescente, quando ele ia retirar o celular do bolso, seu avô deu uma gravata no autor que estava apontando o revólver para ele e ele com medo de que o homem apertasse o gatinho conseguiu virar a arma para a parede, mas foi agredido com chutes pelo piloto da moto e então caiu no chão e quando se levantou e tentou socorrer o avô que estava sendo agredido, viu o momento em que o garupa atirou no seu avô e os dois subiram na moto e fugiram.
 
O idoso chegou a socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Universitário e posteriormente para a Santa Casa de Campo Grande, mas foi a óbito no dia 27/11/2016.
 
Já os ladrões praticaram mais outros quatro roubos no mesmo dia e acabaram presos em flagrante pelos demais crimes que cometeram. Porém, foi iniciada uma investigação pela Derf, que apontou os dois como sendo também os autores do latrocínio, motivo pelo qual foram interrogados e indiciados por mais este crime, podendo cumprir pena de 20 a 30 anos.  

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário