Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Três Lagoas identificaram um dos suspeitos de roubar e espancar o jovem Caio Lopes pelo fato de ser gay. Agora, a polícia busca encontrar o criminoso e para isso já intensificou as diligencias pela cidade.
 
De acordo com o SIG, inicialmente o caso foi registrado com roubo, contudo, será alterado para tentativa de latrocínio.
 
Caio foi roubado e agredido por dois homens na madrugada do dia 9 de janeiro, em frente à Praça Senador Ramez Tebet, no Centro. Contudo, apesar de o caso ter sido registrado na polícia há uma semana, ele ganhou força na última sexta-feira (13) quando uma foto da vítima foi postada na página do Facebook da ATGLT, em que ela aparecia com muitos ferimentos pelo rosto; os olhos nem abriram, pois estavam muito inchados e uma faixa envolvia a cabeça.
 
No último domingo, integrantes da Associação Três-lagoense de Gays, Lésbicas e Travestis (ATGLT) se reuniram na Lagoa Maior em ato contra a homofobia. Cerca de 70 pessoas compareceram ao local e levantaram a bandeira colorida em prol do combate à crimes relacionados ou motivados pela opção sexual.

Fonte: Correio do Estado


Deixe seu comentário