Blocos com ácido são colocados na língua. Foto: DOF
Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) fizeram na madrugada de terça-feira a maior apreensão de drogas sintéticas já registrada em Mato Grosso do Sul. Dentro de mochilas abandonadas por dois suspeitos que estavam de moto, na região de Laguna Carapã, foram encontrados 13.328 micropontos de LSD, ou dietilamida do ácido lisérgico. A droga é comercializada em casas noturnas e festas rave. Também foram apreendidos 21 quilos de haxixe.
 
Durante patrulhamento pela rodovia MS-280, estrada que liga a BR-463 à Laguna Carapã, os policiais ouviram o som de uma motocicleta se aproximar na estrada, com as luzes apagadas. Ao tentarem abordargem, os indivíduos fugiram abandonando o veículo de origem paraguai e duas mochilas recheadas de entorpecentes.
 
Durante vistoria foram localizadas 98 bolas de haxixe que totalizaram 21 quilos da droga e também 17 cartelas de um papel picotado com vários desenhos, que após vistoria minuciosa, constatou-se ser a droga conhecida como LSD, totalizando 13.328 micropontos da droga. Essa droga é comumente usada durante bailes de carnaval e festas have, e tem um alto poder alucinógeno sendo reconhecida com uma das drogas sintéticas mais potentes.
 
A apreensão do ácido foi a maior já realizada pelo DOF nas fronteiras do estado e revela uma nova possibilidade de tráfico na fronteira. Foram realizadas buscas na região no intuito de localizar os condutores da motocicleta, sem êxito. Os micropontos de LSD são vendidos por um valor entre 10 e 40 reais, porém durante grandes eventos como carnaval e shows, podem ser vendidos por até 200 reais, sendo a carga avaliada em mais de 2,5 milhões de reais. O haxixe foi, que é a seiva das folhas da maconha, tendo alta concentração do princípio ativo, foi avaliado em 40 mil reais.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário