Vítima foi executada em via pública.
Morreu Júlio César Romero, de 33 anos, um dos pistoleiros acusados de executar a servidora do Ministério Público do Paraguai Célia Eulália Gomes, de  28 anos, na manhã de ontem, em Pedro Juan Caballero (PY). O homem foi atropelado durante ação, pelo policial que acompanhava a mulher em um veículo Fiat Strada. Eles esteva internado, mas não resistiu.
 
Conforme noticiado, por volta das 12h30, Célia seguia de carro juntamente com Cristino Centurion, agente da Polícia Nacional do Paraguai, na cidade que faz fronteira com Ponta Porã, quando os dois pistoleiros se aproximaram em uma moto preta e passaram a atirar. O policial conseguiu derrubar a moto e atropelar Romero, mas o outro fugiu. Célia morreu no hospital.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário