Suposto ''pai de santo'' tentou estuprar mulher e justificou o ato alegando que estava incorporado por entidades espíritas. O fato aconteceu na madrugada de hoje (22), em imóvel na Rua dos Barbosas, no Bairro Amambaí, em Campo Grande.
 
Mulher, de 36 anos, foi quem denunciou o caso à polícia. Ela declarou que recém havia conhecido o homem em festa, por intermédio de amigos. Quando dançavam, o homem identificou-se como ''pai de santo'' e disse que a mulher precisava de limpeza espiritual.
 
A vítima relatou que foi convencida a ir até a casa do suposto religioso, na Rua dos Barbosas, e, imediatamente, quando chegaram foi agarrada à força, segurada pelo pescoço e, ainda, agredida com soco.
 
O homem teria dito: “você dá ou morre”. Aos gritos, a vítima conseguiu correr para o lado da rua e o suposto ''pai de santo'' também saiu e, sentado em frente à casa, com a cabeça abaixada, disse que estava incorporado por entidade.
 
Policiais que registraram o caso descreveram que a mulher tinha lesões na boca, braço esquerdo e reclamava de dores na região do pescoço. O caso é investigado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Fonte: Correio do Estado


Deixe seu comentário