Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) está em Corumbá, nesta segunda-feira(23) no cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão, nove mandados de prisão temporária e um mandado de condução coercitiva.

Os crimes investigados são: tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção, peculato e falsidade documental no âmbito das unidades prisionais dos regimes fechado e semiaberto da cidade.
 
Foram presos nesta manhã os diretores dos estabelecimentos penais do regime fechado e semiaberto, e presos que cumpriam pena no regime semiaberto e fechado. Também receberam mandados de prisão temporária comerciantes da cidade que possuem vínculo de parentesco com os condenados e que fazem parte da associação criminosa.
 
Os mandados estão sendo cumpridos em 12 pontos distintos, dentre eles os presídios do regime fechado e semiaberto, onde já foram localizados dezenas de aparelhos celulares, drogas e dinheiro. Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Segunda Vara Criminal da Comarca de Corumbá.
 
Além dos Promotores de Justiça e Policiais integrantes do Gaeco,  a operação batizada de Operação Xadrez (em referência aos presídios onde foram cumpridas buscas e prisões), conta com o apoio de Promotores de Justiça da Comarca de Corumbá, e também de policiais do Batalhão do Choque, Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) , Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e a Polícia Militar de Corumbá.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário