K.C. teria feito denúncia a Polícia Civil onde alegou que sua residência era alugada para M.R.L., 25 anos e que a mesma estaria comercializando substância entorpecente no local.
 
Diante da denúncia os investigadores do SIG foram até o Conjunto Habitacional Cristo Rei e já no imóvel constatou-se que tanto a denunciante quanto a acusada residem na Projetada D, 159 em Anastácio.
 
Em vistoria os investigadores encontraram na carteira da denunciante 10 porções de cocaína embaladas, prontas para comércio e uma porção de maconha.
 
Já no quarto da acusada os policiais encontraram cigarro de maconha, um Netbook, marca Positivo Mobile, um aparelho de som, marca Eco Power, cor vermelha, todos sem comprovação de origem.
 
Levadas a Delegacia diante dos flagrantes, K.C. e M.R.L. entravam em contradições com relação à propriedade dos entorpecentes e faziam acusações mútuas.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário