Mulher de 26 anos foi assaltada na noite de ontem (19), por volta das 19h, na Vila Sobrinho em Campo Grande. O criminoso exigiu dinheiro e celular, e quando carros passaram pelo local, ele pediu que a vítima o abraçasse para disfarçar a ação.

Conforme o boletim de ocorrência, o responsável pelo crime abordou a jovem e fez menção em estar armado. A vítima disse que não estava com o aparelho, mas ele insistiu e disse que a estava seguindo. Em seguida disse “me abraça para ninguém perceber e não faz nenhum movimento”.

Com medo, ela entregou a bolsa e o suspeito vasculhou para procurar dinheiro e continuou ameaçando a mulher. “Se você mexer, eu vou atirar”. Depois de devolver a bolsa, perguntou se ela era policial, revistando o corpo a fim de encontrar alguma arma.

O assaltante “liberou” a jovem depois que um homem apareceu pelas localidades e caminhava em direção a eles. A vítima foi para um posto de combustível onde pediu ajuda e foi levada para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) – Centro, para registrar a ocorrência.

Fonte: Mariane Chianezi - Correio do Estado


Deixe seu comentário