“Moço! Socorro! Estou sendo estuprada!”. Por volta dos dez minutos desta segunda, 13, foi o que policiais ouviram, a partir do interior de um carro, que passou em frente à Delegacia de Polícia, na Rua Luiz da Costa Gomes, no Bairro Cidade Nova.

Em perseguição, uma equipe conseguiu interceptar o veículo. No seu interior estava Dona E. P., 43 anos, que abrindo um “sorriso amarelo” observou que se tratava de uma brincadeira.

A “brincadeira”, de extremo mau gosto, lhe custou caro. Além de receber voz de prisão, teve que comparecer a Delegacia. Agora para indagar: “estou sendo presa?”.  O caso foi registrado como comunicação falsa de crime.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário