Três mulheres, duas de 26 e uma de 24 anos, procuraram a Polícia Civil de Anastácio para relatar agressões sofridas na tarde de domingo, às margens do Rio Aquidauana. As vítimas apanharam de dois homens, supostamente pai e filho, com socos e pauladas. Ao que tudo indica, já havia desavença antiga entre os autores e uma delas, fato que pode ter motivado o ataque.

As mulheres informaram que estavam na beira do rio, final da Rua Severino Batista, quando os agressores se aproximaram. Eles eram quatro, ao todo, mas apenas dois avançaram. Um deles disse a uma das vítimas que iria matá-la caso sua esposa perdesse o emprego por causa dela. Esta mulher explicou que recentemente havia se desentendido com eles em um bar da região.

Em seguida, um dos homens pegou um pedaço de pau e acertou a vítima nas costas. O outro que o acompanhava a agrediu com soco na boca. As amigas tentaram defendê-la e também apanharam. Os outros dois suspeitos ficaram afastados, apenas observando. Como conhecem os agressores, as mulheres os denunciaram, fornecendo à polícia, inclusive, endereços. O caso é investigado. 

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário