A Polícia Militar Ambiental de Mundo de Novo recebeu hoje (16), às 16h00, uma lancha com motor, que foram reformados com verbas advindas do Ministério Público Estadual. As verbas são provenientes de Termos de Ajustamentos de Conduta (TACs), relativos a acordos com infratores ambientais, depois de recuperados danos ambientais que possam ter sido causados por eles, para a não impetração de ação civil pública. As infrações geradoras dos termos foram de ações fiscalizatórias da PMA e foram realizados pelo Promotor de Justiça de Sete Quedas, Dr William Marra Silva Júnior.
 
Foram entregues uma lancha com capacidade para seis pessoas com motor e um reboque para embarcações que foram reformados, além de uma impressora colorida, um GPS, faróis para fiscalização noturna, máquinas fotográficas, caixas térmicas e um Software para medição de áreas.  
 
Estiveram presentes na entrega, além do Promotor de Justiça de Sete Quedas, o Promotor de Mundo Novo, Dr. Moisés Casarotto e a Promotora de Eldorado Dra. Bianca Mendes. Outras autoridades, como o Delegado de Polícia Civil, Dr. José Eduardo Rocha, o Comandante do Pelotão da PM de Mundo Novo, 1º Tenente Jessé Camargo Júnior e representantes do Corpo de Bombeiros, além do presidente do Conselho de Segurança de Mundo Novo (CONSEG) Senhor Cláudio Rankel.
 
Os materiais serão utilizados em fiscalização ambiental pela Unidade da PMA de Mundo Novo, a qual é responsável pela prevenção e repressão aos crimes e infrações ambientais em uma área que envolve sete municípios, da região Centro-Sul do Estado (Mundo Novo, Iguatemi, Eldorado, Sete Quedas, Paranhos, Japorã e Tacuru).
 
Há muitos anos, a Polícia Militar Ambiental tem desenvolvido parceria com o Ministério Público Estadual, em vistorias e fiscalizações ambientais, bem como fiscalização ao cumprimento de Termos de Ajustamento de Condutas (TACs), especialmente, quando envolvem obrigações de recuperações de áreas degradadas. O principal objeto da parceria PMA/MPE é o desenvolvimento de ações preventivas aos crimes e infrações ambientais, evitando as degradações, cada um dentro de suas atribuições constitucionais.
 
Na ocasião, a PMA de Campo Grande apresentou uma proposta de parceria, para o desenvolvimento de um Projeto de Educação Ambiental denominado “Educação Ambiental Fronteira”, com o objetivo de atender as escolas urbanas e rurais dos sete municípios citados, que são atendidos pela Unidade da PMA de Mundo Novo, com o trabalho modelo em forma de oficinas didáticas, executado pelo Projeto Florestinha. A perspectiva é de atender aproximadamente 15.000 alunos.

Fonte: Da Redação - Com informações assessoria


Deixe seu comentário