A empresa não possuía dispositivos de tratamentos dos resíduos
Um lava-jato que funcionava ilegalmente em Corumbá foi fechado pela PMA (Polícia Militar Ambiental) na quarta-feira (31). Durante fiscalização, os policiais constataram que o estabelecimento atuava em desacordo com a licença ambiental obtida.
 
Segundo a PMA, a empresa não possuía dispositivos de tratamentos dos resíduos (caixa separadora de óleo), nem contêineres para armazenamentos de resíduos sólidos. Também não apresentou comprovantes de recolhimento de resíduos por empresa especializada.
 
As atividades foram paralisadas e o proprietário foi multado em R$ 1.100. Ele também foi notificado a regularizar as atividades. O autuado responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem estar em conformidade com a autorização ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de detenção, de três meses a um ano. EstaeA localização do lava-jato não foi informada.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário