Policiais avistaram três adolescentes praticando a pesca predatória, em uma corredeira
Policiais Militares Ambientais de Jardim realizavam fiscalização no rio Miranda, nas proximidades de uma região denominada “Cemitério dos Heróis”, no município e prenderam ontem (25) no final da tarde, três pescadores por pescar com petrechos proibidos (redes), em local proibido (corredeira) e ainda por capturar pescado abaixo da medida permitida por Lei.
 
Os policiais avistaram três adolescentes praticando a pesca predatória, em uma corredeira (local proibido para a pesca), utilizando duas redes de pesca (petrechos proibidos). Com os autuados, todos com 15 anos, residentes em Jardim, foram apreendidos 10 exemplares de pescado da espécie curimbatá, todos abaixo da medida permitida por lei e duas redes de pesca.

Eles iniciavam a pescaria, quando foram apreendidos e afirmaram que costumavam pescar, beneficiar o pescado em filé e vender por R$ 12,00 o kg.
 
Felizmente não existia nenhum cardume no local, pois é alta a vulnerabilidade dos cardumes nesses locais dos rios, especialmente com a prática de pesca com este tipo de petrechos, com alto poder de dizimar cardumes rapidamente.
 
Os infratores foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Jardim, onde foram autuados por ato infracional de pesca predatória. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário