Grupo fechou a BR-262 em Miranda.
Em novo protesto contra  a portaria de número 1.907/16, que restringe atendimento de saúde, indígenas bloquearam por cerca de quatro horas a rodovia BR-262, região de Miranda, durante a manhã desta quinta-feira. Com faixas e cartazes, o grupo aproveitou também para se posicionar, de maneira pacífica, contra PEC 241, aprovada na Câmara e que cria teto para gastos públicos, congelando as despesas do Governo Federal por até 20 anos.
 
Segundo o cacique Ulisses da Silva, o grupo se reuniu por volta da 7 horas da manhã e seguiu até às 11 horas, quando recebeu a notícia de que a portaria havia sido revogada. “Não é por isso que vamos parar. Nossa luta continua e somos contra também a esta PEC, que pode prejudicar ainda mais nossas questões indígenas”, disse o chefe da Aldeia Moreira. Durante o protesto, a via ficou interditada nos dois sentidos.
 
Conforme noticiado pelo O Pantaneiro, a portaria obrigava que os 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Deseis) se reportassem à Central em Brasília (DF) para tomar decisões administrativas. Deste modo, a gestão ficaria comprometida e o atendimento se tornaria ainda mais lento, uma vez que, por exemplo, ao solicitar requisição para abastecer uma simples viatura para transporte de famílias que precisem de amparo, terá de aguardar autorização do ministro federal.
 

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário