O governador Reinaldo Azambuja assinou na tarde desta quinta-feira (27) um termo de cooperação para recuperação do estádio Pedro Pedrossian, o Morenão. A assinatura formaliza convênio a ser firmado entre Governo do Estado, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) para adequar o Morenão para os jogos do campeonato estadual do ano que vem.
 
Pelo convênio, o governo estadual, por meio da Fundação de Esporte e Lazer de MS (Fundesporte), vai repassar R$ 150 mil para as reformas mais urgentes, de modo que o estádio possa atender às exigências de segurança e ser liberado para os jogos da competição, que inicia na última semana de janeiro de 2017.
 
As obras iniciam a partir de 3 novembro e a previsão é que em dezembro o Morenão possa passar pelas vistorias dos órgãos de segurança. O montante para as reformas se soma aos R$ 620 mil repassados pelo Estado como apoio regular aos clubes para custeio do campeonato estadual.
 
Na assinatura, o governador destacou que a liberação do estádio vem sendo alinhada entre o Governo do Estado e a reitora da UFMS, Célia Maria da Silva Oliveira, e que esta é a primeira etapa das reformas esperadas para o estádio. “O Governo do Estado tem interesse de que o Morenão esteja em condições de ser arena para campeonatos nacionais das séries A e B”, disse, reforçando o compromisso do presidente da FFMS, Francisco Cesário de Oliveira, em trazer competições em âmbito nacional. “A revitalização do Morenão é um sonho para todos nós”, definiu.
 
 
O presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, destacou a expectativa alimentada pelos que gostam de esportes para que o Morenão volte a ser palco de competições. “Sempre foi reivindicação e agora é realidade. Estamos analisando a viabilidade de uma parceria maior, mas entendemos a urgência de atender ao campeonato estadual”, disse, destacando que o desejo do sul-mato-grossense é ver a ascensão do futebol do Estado. “Novos tempos virão para nosso futebol”, afirmou.
 
Confirmando tratativas para que o Morenão seja palco de jogos da seleção sub-20 em 2017, o presidente da Federação disse a reativação e resultado do esforço da ‘família do futebol’. “O estádio é um templo sagrado para todos nós”. A assinatura teve a presença de sete representantes de clubes de futebol do Estado.
 
O reitor nomeado da UFMS, Marcelo Turini, destacou o esforço de Fundesporte para que os jogos do campeonato possam ser novamente realizados no estádio. “Meu compromisso é dar vida ao Morenão”, prometeu. A assinatura do termo de acordo teve ainda a presença da deputada federal, Tereza Cristina Correa da Costa; do deputado estadual, Beto Pereira, dos secretários de estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento, Jaime Verruck. Tereza Cristina prometeu avaliar com a bancada federal a a liberação de recursos para a segunda fase das reformas. “Se não este ano, quem sabe ano que vem”.

Fonte: Rosane Amadori – Assessoria de Imprensa Segov


Deixe seu comentário