Os resultados do segundo turno já são conhecidos nas 57 cidades do país onde houve votação hoje (30). Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as eleições envolveram cerca de 32,9 milhões de eleitores.

 Aqueles que não puderam comparecer às urnas e não justificaram o voto hoje, podem preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (pós-eleição) e entregá-lo em qualquer cartório eleitoral ou enviá-lo, via postal,  ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito em até 60 dias após cada turno de votação, acompanhado da documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito.

O prazo para que isso seja feito é até 1º de dezembro, com relação ao primeiro turno, e, até 29 de dezembro de 2016, com relação ao segundo turno.

O TSE registrou mais de 300 ocorrências e mais de 80 prisões durante o período de votação. Na maioria dos casos, a Justiça Eleitoral flagrou cabos eleitorais fazendo propaganda para candidatos, a tradicional "boca de urna". De acordo com os dados, nenhum candidato foi preso.

Após acompanhar o começo da apuração de votos do segundo turno, o presidente da Corte, Gilmar Mendes, disse que a eleição "transcorreu em clima de paz e normalidade" mesmo nos municípios que precisaram de reforço de segurança, como São Luiz, Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Confira os resultados:

Alagoas
Maceió: Rui Palmeira (PSDB)

Amapá
Mácapá: Clécio (Rede)

Amazonas
Manaus: Artur Virgilio Neto (PSDB)

Bahia
Vitória da Conquista: Herzem Gusmão (PMDB)

Ceará
Fortaleza: Roberto Cláudio (PDT)
Caucaia: Naumi Amorim (PMB)

Espírito Santo
Vitória: Luciano (PPS)
Vila Velha: Max Filho (PSDB)
Cariacica: Juninho (PPS)
Serra: Audifax (Rede)

Goiás
Goiânia: Iris Rezende (PMDB)
Anápolis: Roberto do Orion (PTB)

Maranhão
São Luís: Edivaldo Holanda Júnior (PDT)

Mato Grosso
Cuiabá: Emanuel Pinheiro (PMDB)

Mato Grosso do Sul
Campo Grande: Marquinhos Trad (PSD)

Minas Gerais
Belo Horizonte: Kalil (PHS)
Contagem: Alex de Freitas (PSDB)
Montes Claros: Humberto Souto (PPS)
Juiz de Fora: Bruno Siqueira (PMDB)

Pará
Belém: Zenaldo Coutinho (PSDB)

Paraná
Curitiba: Rafael Greca (PMN)
Maringá: Ulisses Maia (PDT)
Ponta Gossa: Marcelo Rangel (PPS)

Pernambuco
Recife: Geraldo Julio (PSB)
Caruaru: Raquel Lyra (PSDB)
Jaboatão: Anderson Ferreira (PR)
Olinda: professor Lupercio (SD)

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro: Marcelo Crivella (PRB)
Volta Redonda: Samuca Silva (PV)
Duque de Caxias: Washington Reis (PMDB)
Petrópolis: Bernardo Rossi (PMDB)
São Gonçalo: José Luiz Nanci (PPS)
Belford Roxo: Waguinho (PMDB)
Niterói: Rodrigo Neves (PV)
Nova Iguaçu: Rogerio Lisboa (PR)

Rio Grande do Sul
Porto Alegre: Nelson Marchezan Junior (PSDB)
Canoas: Busato (PTB)
Caxias do Sul: Daniel Guerra (PRB)
Santa Maria: Pozzobom (PSDB)

Rondônia
Porto Velho: Dr. Hildon (PSDB)

Santa Catarina
Florianópolis: Gean Loureiro (PMDB)
Joinville: Udo Dohler (PMDB)
Blumenau: Napoleão Bernardes (PSDB)

São Paulo
Santo André: Paulo Serra (PSDB)
Bauru: Gazetta (PSD)
Sorocaba: Crespo (DEM)
Diadema: Lauro Michels (PV)
Guarulhos: Guti (PSB)
Ribeirão Preto: Duarte Nogueira (PSDB)
São Bernardo do Campo: Orlando Morando (PSDB)
Mauá: Atila Jacomussi (PSB)
Osasco: Rogério Lins (PTN)
Guarujá: Valter Suman (PSB)
Suzano: Rodrigo Ashiuchi (PR)
Franca: Gilson de Souza (DEM)
Jundiaí: Luiz Fernando Machado (PSDB)

Sergipe
Aracaju: Edvaldo Nogueira (PCdoB)

Pará
Belém: Zenaldo Coutinho (PSDB)

Fonte: Agência Brasil


Deixe seu comentário