Sondagem divulgada nesta quinta-feira (22) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que em agosto o cenário para o setor começou a melhorar mais expressivamente. Pela primeira vez, desde novembro de 2014, a produção superou os 50 pontos.
 
Esse indicador é semelhante a um termômetro e sempre que supera a linha dos 50 pontos significa aumento da produção. Quando ele fica abaixo desse nível, quer dizer que há retração.
 
Segundo a pesquisa, a produção industrial passou de 46,6 pontos em julho para 50,8 em agosto. Essa alta interrompe uma sequência de 21 meses seguidos de queda. O resultado do período foi influenciado diretamente pelas grandes empresas, que atingiram os 54,4 pontos.
 
Com esse desempenho, as fábricas passaram a usar mais da sua capacidade produtiva. Entre julho e agosto, essa utilização da capacidade subiu 1 ponto percentual, chegando aos 60%.
 
Aumento do otimismo na indústria
 
“Os empresários permanecem otimistas com relação à demanda, às compras de matérias-primas e à quantidade exportada”, explica um trecho da sondagem.
 
Já o índice de intenção de investimento aumentou 1,4 ponto em setembro. Nos últimos cinco meses, ele mostra tendência de crescimento. No período, avançou 4,4 pontos. Com esse incremento, ele chegou a 43,4 pontos.

Fonte: Portal Brasil, com informações da CNI


Deixe seu comentário