O presidente da República, Michel Temer, afirmou, nesta segunda-feira (24), que o objetivo do governo federal é a geração de empregos. Ao participar da abertura da Rio Oil & Gas 2016, Temer argumentou que reerguer a Petrobras é determinante para melhorar investimentos no País e gerar mais postos de trabalho.
 
No discurso de abertura do evento, Temer citou o projeto de lei em tramitação no Congresso que retira a obrigação de a Petrobras participar de todo e qualquer projeto de investimento. Até então, a empresa entra em todo e qualquer programa, mesmo se não tiver recursos para isso. Temer explicou que faltam apenas quatro destaques para que o projeto seja totalmente aprovado pela Câmara dos Deputados. 
 
“O mérito [do projeto] já foi aprovado, mais uma vez é o apoio do Congresso aos nossos projetos. E projetos, volto a dizer, que visam gerar emprego por meio do diálogo”, afirmou. A Câmara dos Deputados deve retomar ainda esta segunda-feira (24) a análise da proposta.
 
“Quando se pretende desafogar a Petrobras, queremos trazer os setores da inciativa privada que possam participar desses projetos e que possam gerar empregos”, afirmou.
 
Temer afirmou que o Brasil tem “grande instabilidade social pelo desemprego” e alertou que muito do desemprego vem do setor petroleiro. “Uma das repostas [à crise] é diversificar a atuação da Petrobras”, observou.
 
Recuperação da Petrobras
 
O presidente ponderou, ainda, que a Petrobras passa por um ajuste semelhante ao que o Brasil precisa passar, e que a companhia já mostra resultados importantes, como a valorização das ações no ano e a valorização da própria companhia.
 
“É como a história que nós aqui estamos tomando medidas, um certo aperto administrativo, como a questão do teto dos gasto públicos, que é uma medida de natureza fiscal, mas que visa reposicionar as contas públicas”, afirmou.

Fonte: Fonte: Portal Planalto


Deixe seu comentário