Maria Carolina Samaniego, de 15 anos, foi vista pela última vez na manhã de sexta-feira (13), mesmo dia em que fugiu de casa. A adolescente mora com a mãe, Tomasia Samaniego, de 58 anos, na Rua Amiga Gelatti Mônaco, no Bairro Sírio Libanês II, em Campo Grande.
 
De acordo com Tomasia, professora da Escola Municipal Carlos Vilhalva Cristaldo, localizada no Jardim Aeroporto, mesma unidade onde a filha estuda, na sexta-feira de manhã, a mãe pegou o celular da menina para mostrar ao pai dela, o comerciante Sidnei Ferreira, de quem está separada.
 
“E quando voltei para casa encontrei um bilhete dela dizendo que me amava, mas que iria fugir. Não tivemos discussão, ela era boa aluna e bem comunicativa”, contou a mãe ao Portal Correio do Estado.
 
Segundo Tomasia, Carol, como é chamada, não costumava sair de casa a noite e frequentava igreja evangélica com a mãe, onde cantava. “Somos muito unidas. Ela só sai comigo e com o pai dela. As poucas amigas da escola já foram acionadas e ninguém tem pista de onde ela possa estar”, desabafa.
 
Questionada sobre possível envolvimento com namorados, Tomasia afirma que foram passageiros. Boletim de ocorrência já foi registrado e qualquer informação sobre o paradeiro da adolescente pode ser comunicado aos telefones 3361-5889 e também para a polícia no 190.

Fonte: Correio do Estado


Deixe seu comentário