Alunos da escola rural se fantasiaram de mosquito Aedes
A Escola Municipal Rural Eutrópia Gomes Pedroso, situada no Assentamento Tamarineiro I, está representando o município de Corumbá em nível nacional na campanha contra o Zika Vírus lançada pelo Ministério da Educação (MEC). Cerca de 1.160 instituições de ensino públicas e privadas prepararam vídeos com participação de alunos sobre conscientização contra a proliferação da doença.

Na categoria Ensino Fundamental II, onde participa a escola rural, são 69 vídeos finalistas que passaram pela primeira seleção estadual e agora buscam o voto popular na segunda fase, mas a Comissão Julgadora também fará uma avaliação final. No Mato Grosso do Sul, além da escola em Corumbá, concorrem nessa segunda etapa uma escola particular de Campo Grande e a Escola Estadual Chico Mendes, em Água Clara.
 
De acordo com a professora Mayara Coutinho, que organizou o vídeo e ensina as disciplinas de História, Geografia e Atividades Culturais para alunos do 6º ao 9º ano, a escola já estava em processo de educação no combate às doenças provocadas pelo Aedes aegypti antes de ser iniciado o concurso do MEC. “Primeiro fizemos panfletagem de veículos na rodovia Ramão Gomez com o tema e nos sábados letivos procuramos trabalhar o tema com todas as salas da escola. Foi proposta gincana e uma das provas era a produção de um vídeo.

A gente não tinha pretensão de participar do concurso, mas aconteceu que cada equipe fez um vídeo e a equipe na qual eu estava venceu a prova. Como sabíamos que estava tendo o concurso do MEC, o vídeo foi enviado”, explicou a professora.
 
No vídeo produzido pela escola rural, alguns estudantes fantasiados de mosquito gostam do que observam, como caixa d’água aberta, lixo no chão e acham aquilo tudo muito confortável para a sua proliferação. Logo em seguida, os estudantes fantasiados de mosquitos passam a picar os outros estudantes que tomam a atitude de tampar a caixa d’água e limpar toda a sujeira do ambiente. No final, os mosquitos são mortos com spray e a mensagem da campanha “Atitude 10, Zika 0” é pronunciada  no final. A professora Mayara Coutinho produziu o enredo, gravação e edição. Já a professora de Artes, Jocilene Vernochi, colaborou com o figurino. O professor da sala de tecnologia, Damião Teixeira, ajudou na edição do vídeo.
 
O concurso “Pesquisar e Conhecer Para Combater o Aedes aegypti” deu oportunidade para todos os níveis educacionais da rede pública e privada de ensino, desde a educação infantil, passando pelo ensino fundamental e médio/técnico, educação de jovens e adultos até o ensino superior. A população pode participar do júri popular escolhendo o vídeo pelo nome da cidade (Corumbá), ver o nome da escola e votar, mas somente até esta terça-feira (23). O resultado final sai um dia depois. A cerimônia de premiação nacional vai acontecer no dia 29 de setembro, em Brasília. A premiação não foi divulgada.
 
Mayara Coutinho afirmou que essa colocação da escola a nível nacional, sendo a única representante da rede municipal de ensino do Estado nessa etapa do concurso, é muito importante para a instituição. “Independente da distância ou do lugar em que essas crianças e a comunidade estejam, deve haver um cuidado com relação a todo tipo de coisas ligadas à saúde, não é porque eles estão longe de todo mundo, no meio rural, fronteira com a Bolívia, que não vão ter acesso a esse tipo de informação. Eu acho importante esse tipo de informação ser alcançável a todos, independente de nível social ou localidade”, concluiu a professora.
 
Serviço: Para votar no vídeo da Escola Municipal Rural Eutrópia Gomes Pedroso, acesse AQUI

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário