Dejetos eram dispensados de forma ilegal.
Policiais Militares Ambientais de Corumbá realizavam fiscalização ambiental urbana na sexta-feira  (19), quando averiguaram uma empresa de limpeza automotiva (lava-jato), o estabelecimento funcionava ilegalmente na cidade Corumbá.

A empresa estava em desacordo com a licença ambiental obtida, não possuía dispositivos de tratamentos dos resíduos (caixa separadora de óleo), bem como não dispunha containers para armazenamentos de resíduos sólidos e também não apresentou comprovantes de recolhimento de resíduos por empresa especializada.

As atividades foram paralisadas e o proprietário da empresa foi multado em R$ 1.200,00. Ele também foi notificado a regularizar as atividades. O autuado responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem estar em conformidade com a devida autorização ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de detenção, de três meses a um ano de detenção.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário