Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso do Sul aprovaram acordo coletivo
Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso do Sul aprovaram na tarde desta quinta-feira (15), durante assembleia geral em Campo Grande, um acordo coletivo que prevê aumento salarial de 9% e benefícios como vale-alimentação e auxílio-creche com um reajuste de 8,74%.
 
Com essa proposta, a greve foi descartada momentaneamente pela categoria em nível nacional. O novo acordo coletivo tem vigência até agosto do ano que vem e os abonos oferecidos serão incorporados ao salário-base para os 1.500 funcionários em todo o Estado.
 
Para a presidente do Sintect MS (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios de Mato Grosso do Sul), Elaine Oliveira, o acordo é considerado positivo para a categoria pois, não houve redução dos direitos.
 
"Levando-se em conta a conjuntura econômica e política que passamos, quem fizer o cálculo na ponta do lápis do impacto na remuneração constata que este não foi um mau acordo".
 
Além disso, segundo Elaine, embora a greve tenha sido descartada, é preciso que a categoria continue alerta e mobilizada pois a qualquer momento, caso não seja cumprido o acordo coletivo ou ocorra ataque aos direitos e benefícios, a categoria pode paralisar.
 
"No começo do ano teremos a negociação na mesa paritária sobre o Plano de Saúde e precisamos garantir que não tenha retrocesso em nosso plano de assistência."

Fonte: Fernanda Yafusso - Campo Grande News


Deixe seu comentário