O nível do Rio Aquidauana subiu nas últimas horas, em função das chuvas que caíram sobre a região. Embora a marca de 5.68 metros esteja bem abaixo do índice de 8.4 metros registrado no início de 2016, quando diversas residências já tinham sido atingidas, as preocupações já começam a tomar conta dos ribeirinhos, acostumados a uma rotina de décadas no entorno do curso do rio entre as cidades de Aquidauana e Anastácio.

Segundo a Defesa Civil, o nível normal do Rio Aquidauana na região urbana situa-se abaixo dos três metros. Medição feita no dia 31 de janeiro mostrava um nível de 4.82 metros. A marca de 6.68 registrada no primeiro dia de fevereiro pode indicar o início de um processo que costuma  projetar a região por motivos não desejados.

Morador na região, o pedreiro João Alves da Silva, 59, destaca que “o Rio sobe muito rápido”.  Lembra que já sofreu com o problema. “Já fomos dormir com a água lá embaixo e acordamos com a água do Rio invadindo a casa”, observa.  O serviço de metereologia prevê chuva nos próximos dias para a região. Apenas no final da próxima semana haverá uma trégua. Com este quadro,  resta torcer para que as preocupações de João Alves não se transformem em realidade. 

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário