Chaveiro abre imóvel trancado para equipes. Foto: Álvaro Rezende-Correio do Estado
Força-tarefa começa a atuar em Campo Grande a partir de hoje (2) para eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, chikungunya, Zika vírus e febre amarela. O grupo vai ser criado a partir de decreto do Executivo e vai ser composto por servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Exército Brasileiro, Força Aérea, Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat).
 
A participação dessas autoridades em ações de fiscalização vai permitir que donos de imóveis que estejam descumprindo determinação para limpar áreas sejam multados e até presos. Situação assim já aconteceu neste ano na Capital.
 
O trabalho do Dia D, de combate às larvas do mosquito, vai começar às 7h30 na sede da Sesau, na Rua Bahia, no Centro, com cerimônia de assinatura do decreto de formação da força-tarefa e distribuição de material de divulgação.
 
Depois da abertura, comboio vai seguir para pontos críticos levantados na cidade com o intuito de realizar fiscalização. Não está descartada a aplicação de sanções legais para quem já foi notificado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) e não atendeu ao pedido de eliminação de focos.
 
Chaveiros devem auxiliar as equipes para a entrada em residências fechadas e policiais da Decat poderão autuar em flagrante quem cometer crime ambiental.
 
"A Força Tarefa, neste dia 'D', estará voltada principalmente para a orientação dos funcionários e contribuintes dos órgãos públicos da Sesau, com visita e vistoria em Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Também serão vistoriados e orientados as Instalações Militares do Exército e Vila Militar da Base Aérea de Campo Grande", informou nota da Prefeitura de Campo Grande.
 
ACOMPANHAMENTO
 
O ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General de Exército Sérgio Westphalen Etchegoyen, vai acompanhar o trabalho na Sala Estadual de Situação, que fica em frente à Academia de Polícia Civil, no Jardim Veraneio, pela manhã.
 
Etchegoyen também vai visitar a Escola Estadual Maria Eliza Bocayuva, onde acontecerá trabalho de conscientização.
 
O governo do Estado divulgou que na visita do ministro à Sala de Situação será feita a entrega de quatro Doblôs doados pelo Ministério da Saúde para a Secretaria de Estado de Saúde (SES) para ajudar no trabalho de eliminação dos focos do mosquito.
 
À tarde visitará a Escola Municipal Plínio Mendes, no Guanandy, acompanhado do prefeito Alcides Bernal (PP), secretários municipais e outras autoridades.
 
VEJA ONDE HAVERÁ BLITZ
 
Avenida Afonso Pena esquina com as Ruas Rui Barbosa e 14 de Julho;
 
Rua Jornalista Belizário Lima esquina com ruas Rui Barbosa, 13 de Maio e 14 de Julho (em parceria com a Funasa); 
 
Rua Barão do Rio Branco esquina com 14 de Julho;
 
Praça Ary Coelho;
 
Camelódromo;
 
Feira Indígena;
 
 Mercado Municipal; 
 
Terminais de Transbordo de Ônibus Urbanos;
 
Terminal Rodoviário de Campo Grande;
 
Aeroporto Internacional (parceria com Infraero); e
 
Trevo Imbirussu.

Fonte: Rodolfo César - Correio do Estado


Deixe seu comentário