A Unidade do Trauma da Santa Casa de Campo Grande é atualmente uma das obras mais emblemáticas da capital que terá grande representação na rede atendimento de todo estado. Em 2015, após vários impasses para a retomada das obras da Unidade, uma parceria entre o Governo do Estado, Santa Casa de Campo Grande, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Ministério da Saúde e prefeitura de Campo Grande derem reinicio às obras de conclusão da unidade. Com 60% das suas obras de adequação já realizadas, a estrutura contará com 128 leitos, sendo 100 leitos de enfermaria, 18 de observação e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), cinco salas de cirurgia e três salas de isolamento.

Para o diretor-presidente da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), administradora da Santa Casa, Esacheu Nascimento, a conclusão da unidade do Trauma reflete diretamente na expectativa de atendimentos às demandas de acidentes trânsito registradas em Campo Grande. “Depois de quase 20 anos criou-se esta expectativa que está diretamente ligada às demandas de acidentes de trânsito, principalmente as ocorrências com moto. O reinicio das obras da Unidade do Trauma é resultado de um esforço não só da Santa Casa, mas também do Governo do Estado, Ministério da Saúde e Ministério Público Estadual e Federal”, afirmou o diretor.

De acordo com Esacheu, a expectativa é de que a unidade esteja pronta em junho de 2017, podendo ser entregue até mesmo antes do previsto, já que os cronogramas das obras estão adiantados. “Desde o reinicio das obras estamos cumprindo rigorosamente o cronograma, acompanhando cada detalhe do que vem sendo feito. Pelo ritmo que vem sendo executado, acreditamos que o prédio esteja concluído até mesmo antes do previsto, podendo ser entregue até dois meses com antecedência”, destacou.

“Após a conclusão das obras da unidade do Trauma entramos na fase de operacionalização, que envolverá um novo esforço entre as instituições envolvidas para a reativação da unidade, no qual já temos um compromisso por parte do Governo do Estado do direcionamento de recursos para o custeio e compra de equipamentos, além da construção de uma cozinha e lavanderia para o novo prédio”, ressaltou Esacheu.

As obras da Unidade do Trauma da Santa Casa contam com um aporte final de R$ 8,4 milhões, recursos empregados pela Prefeitura de Campo Grande (R$ 3,2 milhões), Ministério da Saúde (R$ 2,5 milhões), Governo do Estado (R$ 1,6 milhão) e Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG) (R$ 890 mil), administradora da Santa Casa e do Hospital do Trauma. Além do repasse para a obra, o Governo do Estado garantiu o emprego de R$ 12 milhões para aquisição de equipamentos e mobiliários para o hospital.

Fonte: Governo do MS


Deixe seu comentário