Militares do 3º Grupamento de Bombeiros de Corumbá foram acionados no fim da tarde de ontem, por volta das 17h30min, para transportar mãe de 33 anos e bebê de 11 meses, do Porto do Sagrado, localizado no Rio Taquari,  região pantaneira do Taquari,  aproximadamente 60 quilômetros distantes do perímetro urbano de Corumbá ao hospital. 
 
Devido a região ser de difícil acesso o transporte aconteceu via fluvial e demorou 6 horas. “A mãe mora na fazenda e de lá mesmo nos telefonou pedindo ajuda. Quando chegamos ela já estava no Porto do Sagrado, em Corumbá, nos esperando”, contou ao Portal Correio do Estado o cabo Carlos Alberto, um dos responsáveis pela ocorrência.
 
O bebê, conforme o militar, apresentava febre alta há três dias e dificuldades para respirar. “Fizemos os primeiros atendimentos e a suspeita é de bronquite. Então levamos a mãe e o bebê até a unidade hospitalar. Só fomos embora quando a entregamos nas mãos do médico”, esclareceu o militar.
 
Como o trajeto é longo, a equipe chegou ao destino por volta das 20h. “Deixamos mãe e bebê lá, não fizemos o trajeto de volta, é provável que o bebê tenha ficado internado”, acrescentou o cabo. 

Fonte: Correio do Estado


Deixe seu comentário