Vinícius (camisa vermelha) já acumula títulos estudantis.
Terra de jovens cientistas promissores, a cidade de Aquidauana descobriu um novo prodígio que sonha em estudar no exterior. Trata-se de Vinícius Santa da Silva Moraes, aluno  do quarto semestre do curso de Tecnologia em Sistemas para Internet do campus local do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). Vinícius conquistou bolsa de estudos no Canadá por meio do Elap (Emerging Leaders in the Americas Program).
 
Para concorrer ao programa, ele teve que redigir (em inglês) uma proposta de estudo baseada no projeto de iniciação científica que ele desenvolveu em conjunto ao estudante Willian dos Santos Oliveira, e o seu orientador, o professor Sidney Roberto de Sousa. 

Este projeto visa o desenvolvimento de um sistema de informação geográfica para o mapeamento de ocorrências de zoonoses caninas nos municípios de Aquidauana e Anastácio e ainda se encontra em desenvolvimento. O título é  intitulado "Desenvolvimento de um SIG para monitoramento de doenças caninas no município de Aquidauana, MS".
 
Dono de conquistas de prêmios recentes em feiras de ciências pelo país, o estudante encontra-se atualmente desenvolvendo o segundo projeto de iniciação científica. 
Juntamente com os estudantes Evandro Terra Gonçalves e Rubens Jesse Catharino Deknes Gonçalves, ele também trabalha no projeto "LIBRE-LIBRAS: Uma ferramenta com uma abordagem de “mãos livres para auxiliar a tradução e o ensino de LIBRAS", sob a orientação dos professores Sidney Roberto de Sousa e Michel Estadulho. 
 
Este trabalho propõe o desenvolvimento da ferramenta LIBRE-LIBRAS, um software para o auxílio à tradução simultânea e verificação de sinalização de orações, utilizando o sensor Leap Motion para a captura da sinalização das mãos do usuário a partir de seus gestos a mãos livres. 
 
O software proposto contará com um módulo para a captura e cadastro de sinais pelo profissional intérprete, além de um módulo para o estudo do aluno em laboratório, o qual contará com um espelhamento visual de seus gestos, utilizando modelos tridimensionais de suas mãos.
 

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário