Técnicos durante visita ao ginásio.
A visita de técnicos ao ginásio poliesportivo de Aquidauana no final do mês passado, pode não representar a boa notícia que desportistas e a comunidade geral esperavam. Severamente comprometida, a estrutura inúmeros obstáculos para reforma. Uma opção seria a construção de um novo ginásio, algo que não é viável por enquanto. A Prefeitura convocou uma empresa para avaliar o caso e desenvolver um novo projeto para revitalização.

Por meio da assessoria de imprensa, o executivo informou que não há previsão para reforma. Este projeto será encaminhado para a próxima gestão, que poderá usufruir da maneira que considerar necessário, readequando ou construindo uma nova estrutura, ou não. Por enquanto, a Prefeitura garante apenas a elaboração de projeto que visa deixar os laudos prontos, para que a próxima administração tenha uma noção de como deverá proceder e quanto investir.

O ginásio está interditado desde 2013, já na atual gestão da prefeitura. O executivo informou que desde que soube da situação, tentou iniciar uma avaliação do local, mas esbarrava em obstáculos técnicos e burocráticos, tanto que solicitou à Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) que encaminhasse uma empresa para avaliar a situação, e foi o que aconteceu no final do mês de agosto, último dia 30.

Na oportunidade, foram feitos os ensaios de carbonatação para avaliar a deterioração do concreto armado e a abertura de janelas de inspeção, para a avaliação quantitativa das armaduras existentes e o cobrimento médio dessas armaduras. Já os corpos de provas foram enviados para Campo Grande, para ensaios de resistência à compressão simples de testemunho de concreto.

Fonte: Da Redação, com informações de Pedro Neto


Deixe seu comentário