Jaque morreu depois de bater na traseira de caminhão.
O trânsito no Portal do Pantanal começa a dar cada vez mais sinais de perigo e violência. Na noite de ontem, Jaque de Brito Gonçalves, 33 anos, morreu depois de bater a moto na traseira de um caminhão no Bairro Cidade Nova, em Aaquidauana. Porém, o que poucos sabem é que horas antes, pela manhã, um homem de 29 anos teve fratura exposta na perna direita em outra batida, na cidade de Anastácio.
 
Segundo o Corpo de Bombeiros, foi por volta das 11 horas da manhã, quando a vítima, identificada apenas como A.C.G. da S, seguia de moto pela Avenida Manoel Murtinho, quando houve colisão grave com uma camionete. O homem foi socorrido às pressas pelos bombeiros e encaminhado para o Pronto Socorro de Aquidauana, onde foi submetido à cirurgia. Este caso, aliado à morte de ontem, traz à tona o risco das vias e alerta para a necessidade de mais cuidado por parte de condutores, ciclistas e pedestres.
 
Acidente Fatal
 
Conforme noticiado pelo O Pantaneiro, acidente de moto na noite de segunda feira, nas proximidades da Prefeitura Municipal, no cruzamento das Ruas Toru Nakasama com Honório Simões, no Bairro Cidade Nova, vitimou Jaque. Ele acabou perdendo o controle do veículo  ao bater na traseira de um Bitrem, tendo morte instantânea.
 
Segundo testemunhas, Jaque conduzia uma Motocicleta Honda CBX 200, placa HTW 0441, de cor azul. Ele foi a um Posto de Gasolina, onde encheu o tanque do veículo.  “Ele ia começar a trabalhar em uma Fazenda nesta terça e foi abastecer”, revelou testemunha, consternada com a tragédia.
 
Jaque engrossa a estatística de mortos e feridos em motos que mais do que triplicou nos últimos anos. Os dados são do estudo “Retrato da Segurança Viária no Brasil”. Anualmente mais de 15 bilhões são gastos com acidentes de trânsito no país.

Fonte: Da Redação


Deixe seu comentário