Faço parte da vida daqueles que amam.
Pois, amar é requisito para ser feliz!
Para encontrar-me, aos deuses conclamam,
Sou da planta a escondida e forte raiz!
 
Estou entrelaçada na força do amor,
Ignoro a ambígua... Desilusão e saudade!
Sou imprescindível, qual a pétala da flor.
Forneço à vida dignidade!
 
Sou irmã siamesa do tempo.
Juntos, somos sabedoria.
Sou a parte estreita do grande funil...
 
Pedúnculo, abrigo do pólen da flor. 
Sou água deslizando no leito do rio.
Ajudo a vida, a cicatrizar feridas, que o amor abriu!